Igreja de São João Batista

A construção da Igreja Matriz de São João Batista teve início no mandato do primeiro Intendente de Barreiras, o coronel Martiniano Ferreira Caparrosa. Em 1893, logo após o início dos trabalhos, a obra foi interrompida, sendo retomada apenas na década de 1920, por iniciativa do Padre Luiz Manoel Vieira, graças às colaborações feitas pela população local. A igreja, erguida em estilo mourisco e dedicada ao padroeiro do município, foi inaugurada em 1925, com missa celebrada em latim. Pouco mais de uma década depois, sofreu uma primeira reforma para corrigir problemas decorrentes de um pequeno incêndio. Novas intervenções foram realizadas somente em 1958, quando foram colocados forro, substituídos os altares e acrescida uma capela, dedicada à Nossa Senhora de Fátima. Em 1979, com a implantação da Diocese de Barreiras, a Igreja Matriz foi elevada à condição de Catedral, tendo como seu primeiro Bispo Diocesano Dom Ricardo Weberberger. Atualmente, o templo é o grande centro de celebração do catolicismo no município.